Passo a passo para a preparação do solo da horta orgânica (utilizando biomassa)

Uma das questões que por vezes mais causa dúvidas em quem deseja desenvolver uma horta é a preparação do solo. Se você busca ter uma horta saudável, rica em variedades e produtiva, preparar o solo de maneira correta e muito importante. Vamos te ensinar passo a passo na construção de uma horta organizada, sem o uso de agrotóxicos e com biomassa.

Primeiramente, você deve limpar o seu terreno. Tire todo o mato dele. Não só os corte, mas tire-os pela raiz. Se você deixar as raízes o mato vai voltar a crescer e você vai ter que repetir a limpeza. Além desse trabalho extra, que pode ser facilmente evitado, as plantas indesejadas podem acabar roubando os nutrientes dos legumes e das hortaliças que você vai plantar. Então, tenha certeza de retirar tudo que não é desejado.

Depois de limpar o terreno, você vai fazer a aração. Mas o que é isso? Arar o solo nada mais é que colocar “ar” nele.  Durante a limpeza do terreno você já vai ter remexido na terra, o que de certa forma pode servir como uma leve aração, mas repita o processo de maneira mais intensa. Busque descompactar a terra, deixando-a mais fofa para as raízes das plantas, pois assim elas vão poder se desenvolver com mais facilidade.

Depois de arar está na hora de dividir o seu espaço. Dependendo do tamanho do seu terreno você terá que criar caminhos para poder andar. Há várias formas de fazer a divisão, isso vai depender do que você quer plantar e da dimensão do seu lugar.

Aqui na Fazenda Eco Caminhos nós separamos cada canteiro por  um metro de distância. Para facilitar, utilizamos estacas para separar a área. Não faça isso no “olhômetro”, pois as chances de dar errado são altas e isso pode acabar atrapalhando na hora do plantio. Use de uma fita métrica, meça seu espaço, marque com a estaca e depois repita essa ação do lado paralelo do canteiro deixando-as o mais alinhado possível. Quando as estacas estiverem colocadas uma alinhada à outra, ligue-as com um barbante.  Assim, você terá visualmente o lugar dos seus canteiros.

Com os espaços já definidos está na hora de começar dar forma à sua horta. Com a ajuda de uma enxada, faça “morrinhos”. Tenha em mente que a terra precisa ficar bem fofinha para sua  planta se desenvolver com facilidade e saúde. Faça esses morrinhos seguindo visualmente o barbante. Tome cuidado em deixar um espaço entre os canteiros para você conseguir se locomover entre eles.

Com os morrinhos já feitos, você pode retirar os barbantes e as estacas. Dica: não corte as linhas, amarre-as de um jeito que possam ser retiradas sem danos, pois assim você poderá reutiliza-las. :) Outra coisa, tome muito cuidado para  não pisar nos canteiros. O peso do corpo pode acabar compactando a terra novamente.

Agora, chegou a hora de darmos “forma” aos canteiros.  De maneira delicada, achate os morrinhos de terra dando um formato de “u” nos seus topos. Não precisa ser muito profundo, mas deixe uma leve angulação, pois assim todos os nutrientes vão se acumular no meio dele. Se o topo ficar muito alto os nutrientes irão escorregar pelas bordas.

Com isso feito está na hora de colocarmos o adubo nas pequenas valas que nós formamos. Vamos colocar o adubo “dentro do u”. O adubo pode ser da sua preferência, aqui na Eco Caminhos utilizamos o tradicional esterco de bovino.

Depois do esterco aplicado nós vamos colocar a cobertura verde nos nossos canteiros. A cobertura verde, ou biomassa, é parte essencial de uma horta, pois além de proteger sua plantação dos raios do sol, ela ajuda a manter a umidade do solo e também serve como substituto para os adubos químicos.

A biomassa nada mais é que plantas, cortadas ou roçadas.  Ao invés de serem descartadas, elas poderão ser reutilizadas na sua horta. Uma coisa importante é que essas plantas não podem estar com raízes, pois neste caso elas podem se fixar no solo e ao invés de proteger suas hortaliças, elas servirão como sanguessugas de nutrientes.

A biomassa além de manter sua terra mais forte e saudável, pois não tem o uso do adubo químico, é muito mais barata, pois ela pode ser retirada da própria terra. Além disso, ela tem também a capacidade de suprimir o crescimento de ervas daninhas.

Como já dito, a biomassa protege o solo dos raios e do calor irradiado do sol, mas para  melhor resultado o responsável pela terra deve se atentar com a posição do astro em relação ao seu canteiro. Veja em quais lugares o sol bate com mais intensidade durante o dia. Veja como a sua terra reage a ele. Se ela ficar muito seca, sem umidade, aplique mais biomassa na região. A cobertura verde vai impedir o contato direto dos raios com a terra.

Levando esses principais pontos em consideração o seu solo vai estar amistoso para sua plantação, protegido do sol, das ervas daninhas e adubado de maneira natural, sem o uso de agrotóxicos.

por: Alice Beraldo Jevoux (Voluntária de Comunicação na Fazenda Eco Caminhos)